Loading...

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

A NOVELA.


Vereador assume prefeitura de Campinas pela segunda vez
26 de dezembro de 2011 15h57 atualizado às 16h58

Serafim (centro) assumiu a prefeitura de Campinas após cassação de Demétrio Vilagra. Foto: Rose Mary de Souza/Especial para Terra Serafim (centro) assumiu a prefeitura de Campinas após cassação de Demétrio Vilagra
Foto: Rose Mary de Souza/Especial para Terra

Rose Mary de Souza
Direto de Campinas
O presidente da Câmara Municipal de Campinas (SP), vereador Pedro Serafim (PDT), assumiu na manhã desta segunda-feira a prefeitura da cidade pela segunda vez esse ano. Ele tomou posse após o vice-prefeito Demétrio Vilagra (PT), que ocupava o cargo, ser cassado por uma Comissão Processante (CP) por quebra de decoro.
Em rápida solenidade ocorrida em uma sala ao lado do Gabinete do Prefeito, Serafim assinou o termo de posse e prometeu "cumprir com responsabilidades" os 90 dias de sua gestão frente ao Executivo. "Não foram rixas políticas que me trouxeram aqui, mas questões jurídicas que temos que administrar para o povo. A nossa administração frente à prefeitura será técnica e não política", disse.
"Campinas é uma das prefeituras mais ricas do Brasil e é impossível que a situação administrativa seja tão ruim", comentou o prefeito interino. Serafim ponderou que não irá empreender grandes obras, pois seu mandato é curto e será preciso priorizar. "Vamos fazer bem mais com menos".
É a segunda vez que o pedetista assume a prefeitura. Ele já havia ocupado o cargo por 14 dias, entre o fim de outubro e começo de novembro, quando Vilagra foi afastado temporariamente. Agora, se não houver nenhuma decisão judicial para o seu desligamento, Serafim poderá ficar no cargo por até 90 dias.
Eleições indiretas
Ainda na manhã desta segunda-feira ocorreu a posse do vereador Thiago Ferrari (PTB) no cargo de presidente da Câmara. Ferrari deverá conduzir os trabalhos das eleições indiretas com votos dos vereadores.
Conforme legislação eleitoral, com a perda dos mandatos do prefeito e do vice e restando menos da metade do tempo legislativo de mandato, os vereadores devem escolher o prefeito que cumprirá o restante do mandato-tampão. O nome que assumirá a Prefeitura de Campinas deverá ser conhecido em março, prazo final que o vereador Ferrari tem para convocar a eleição. 

Nenhum comentário: